O EXERCÍCIO DO PODER EM HOBBES E MAQUIAVEL: CONDIÇÃO PARA A SOCIEDADE HUMANA

  • Jonathas Alfredo Zakir Pereira Faculdade João Paulo II - FAJOPA

Resumo

O exercício do poder por quem lhe foi atribuído sempre foi motivo de discussão teórica retumbante na academia. Os dois grandes filósofos cujos pensamentos serão abordados neste artigo, Thomas Hobbes e Nicolau Maquiavel foram expoentes da doutrina social que estudou a fundo as relações humanas enquanto ambiente de vida do ser humano, que desde que se viu habitando o mesmo espaço que outro ser humano precisou conter-se da maneira que podia. O exercício do poder pelo Príncipe ou pelo Leviatã é a saída encontrada por eles para edificar e manter uma sociedade em que se vivam no mesmo espaço pessoas com pensamentos e gostos ao mesmo tempo semelhantes e distintos.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Possui graduação em Administração pela Unesp, licenciatura em Filosofia pela Fajopa e Administração pela Fatec e pós-grauação em Gestão do Agronegócio pela Unesp. Atualmente é acadêmico do 1° ano do curso de Teologia da FAJOPA. 

 

Publicado
2016-08-22
Como Citar
PEREIRA, Jonathas Alfredo Zakir. O EXERCÍCIO DO PODER EM HOBBES E MAQUIAVEL: CONDIÇÃO PARA A SOCIEDADE HUMANA. REGRAD - Revista Eletrônica de Graduação do UNIVEM - ISSN 1984-7866, [S.l.], v. 9, n. 1, p. 252-268, aug. 2016. ISSN 1984-7866. Disponível em: <http://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/1311>. Acesso em: 22 oct. 2017.

Palavras-chave

Poder. Sociedade. Hobbes. Maquiavel.