Qualidade de vida no trabalho versus Condições psicossomáticas advindas do mercado de trabalho.

  • Maiara Lene Carvalho Fundação de Ensino "Eurípides Soares da Rocha" - UNIVEM - Centro Universitário Eurípides de Marília

Resumo

Este artigo tem como objetivo refletir acerca dos sintomas psicossomáticos, suas causas e reações físicas quando o ser humano é exposto sob pressão psicológica no ambiente de trabalho. Para se atingir tal objetivo realizou-se pesquisa bibliográfica no sentido de conhecer a opinião de autores Os sintomas psicossomáticos são sensações trazidas através do emocional de um indivíduo, ou seja, o corpo passa a apresentar diversos sintomas físicos sem, no entanto, uma causa patológica específica, pois estes sintomas são de extrema ordem emocional. A qualidade de vida, quando afetada, é um dos aspectos mais relevantes que influenciam o surgimento da doença psicossomática, pois sem essa indispensável qualidade o homem se torna incapaz de alcançar seus desejos pessoais e profissionais dentro da organização. Com os grandes avanços tecnológicos e sociais em que vive o homem nos dias atuais, nota-se que este por sua vez tem tido muitas dificuldades em lidar com seus sentimentos, vontades, desejos, sonhos e principalmente com a realidade. Essa junção de emoções que o homem tem passado demonstra o quanto ele é sensível às mudanças sociais e emocionais, trazendo-lhe falta de qualidade de vida e nos casos mais graves doenças mentais e físicas. 

Publicado
2016-08-22
Como Citar
CARVALHO, Maiara Lene. Qualidade de vida no trabalho versus Condições psicossomáticas advindas do mercado de trabalho.. REGRAD - Revista Eletrônica de Graduação do UNIVEM - ISSN 1984-7866, [S.l.], v. 9, n. 1, p. 67-84, aug. 2016. ISSN 1984-7866. Disponível em: <http://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/1321>. Acesso em: 15 dec. 2017.

Palavras-chave

Qualidade de vida no trabalho. Motivação e Desmotivação. Doenças psicossomáticas. Síndrome de Burn Out.