O DISCURSO JUR√ćDICO ATRAV√?S DO DISCURSO PO√?TICO

  • Antonio Carlos Seraphim Pietroforte

Resumo

O discurso jur√≠dico, comumente, √© entendido como aquele que se realiza por meio de c√≥digos legislativos, de teses e coment√°rios sobre a doutrina jur√≠dica, etc. Enfim, h√° uma s√©rie de formas discursivas e textuais que s√£o reconhecidas, por meio de conota√ß√Ķes sociais, como propriamente jur√≠dica. Elas s√£o caracterizadas, em geral, pelo tratamento tem√°tico que d√£o √†s quest√Ķes da lei e de sua aplica√ß√£o. No entanto, ao lado delas, h√° outros tipos de discurso, como o cient√≠fico e o po√©tico, por exemplo, que tematizam a lei de modo diferente.

Como produtos da enuncia√ß√£o, tanto o discurso jur√≠dico quanto o discurso po√©tico est√£o subordinados aos mesmos mecanismos discursivos, contudo, por meio de estrat√©gias discursivas diferentes, cada um deles tematiza as quest√Ķes da lei de um modo particular. Analisando-se essas especificidades, o trabalho explora como o discurso po√©tico, no caso a can√ß√£o Hino de Duran, de Chico Buarque de Holanda, tematiza o discurso jur√≠dico.

 

Palavras-chave: análise do discurso; semiótica; enunciação; discurso poético; discurso jurídico.

Publicado
2009-03-19
Como Citar
CARLOS SERAPHIM PIETROFORTE, Antonio. O DISCURSO JUR√ćDICO ATRAVS DO DISCURSO POTICO. Revista Em Tempo, [S.l.], v. 4, mar. 2009. ISSN 1984-7858. Dispon√≠vel em: <http://revista.univem.edu.br/emtempo/article/view/118>. Acesso em: 19 feb. 2018.
Seção
Artigos