O Perdão e sua Possibilidade na Perspectiva da Vontade de Poder

  • Oswaldo Giacoia Junior

Resumo

No presente trabalho, pretendo apresentar uma interpretação do perdão e sua possibilidade no âmbito do pensamento de Friedrich Nietzsche. Este pode ser caracterizado como uma filosofia das vontades de poder. Vontade de poder, por sua vez, é um termo tão equívoco quanto o Ser de Aristóteles, e pode ser reconhecido numa infinita variedade de formas e modificações, desde as modalidades inferiores mais grosseiras, até as mais refinadas e sublimes.

##submission.authorBiography##

Oswaldo Giacoia Junior
Professor Titular do Departamento de Filosofia da Unicamp desde 2013. Graduado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1976), em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (1976). Mestre em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1983) e Doutor em Filosofia pela Freie Universität Berlin (1988). Pós doutorado pela Freie Universität Berlin (93-94), Viena (97-98) e Lecce (2005-2006). Atualmente é professor Titular do Departamento de Filosofia-IFCH da Universidade Estadual de Campinas. Sua pesquisa concentra-se na área de Filosofia Moderna e Contemporânea, com ênfase em História da Filosofia, Ética e Filosofia do Direito, ocupando-se de temas como: teoria da cultura, ética pura e aplicada, filosofia do direito, filosofia social, política e da história, filosofia clássica francesa e alemã, especialmente com as obras de Augusto Comte, Arthur Schopenhauer e Friedrich Nietzsche.
Publicado
2018-02-08
Como Citar
GIACOIA JUNIOR, Oswaldo. O Perdão e sua Possibilidade na Perspectiva da Vontade de Poder. Revista Em Tempo, [S.l.], v. 16, n. 01, p. 17-36, feb. 2018. ISSN 1984-7858. Disponível em: <http://revista.univem.edu.br/emtempo/article/view/2107>. Acesso em: 19 feb. 2018. doi: https://doi.org/10.26729/et.v16i01.2107.