Aspectos Formadores da Arbitragem Comercial Internacional na Idade Média

  • Filipe Max de Oliveira Souza Fundação Educacional do Município de Assis

Resumo

O escopo deste trabalho se constitui de uma análise da trajetória da arbitragem comercial internacional, como espécie de solução alternativa de conflitos (ADR), visando destacar sua prática no período medieval, cujo momento fora de especial relevância na caracterização e no desenvolvimento da arbitragem e do comércio. Assim buscou-se examinar e ponderar, de forma crítica, dados informativos a partir de levantamento bibliográfico em língua portuguesa, inglesa e espanhola, acentuando elementos políticos, econômicos e culturais que cingiam a arbitragem nesta época.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Graduado em Letras Licenciatura Português-Japonês pela UNESP de Assis e graduando em Bacharelado em Direito pela FEMA - Fundação Educacional do Município de Assis/IMESA - Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis
Publicado
2016-08-22
Como Citar
SOUZA, Filipe Max de Oliveira. Aspectos Formadores da Arbitragem Comercial Internacional na Idade Média. REGRAD - Revista Eletrônica de Graduação do UNIVEM - ISSN 1984-7866, [S.l.], v. 9, n. 1, p. 117-127, aug. 2016. ISSN 1984-7866. Disponível em: <http://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/1275>. Acesso em: 22 june 2017.

Palavras-chave

Arbitragem Comercial Internacional; Solução Alternativa de Conflitos; Litígios Comerciais; História; Idade Média