A UNIVERSALIZAÇÃO DO DIREITO À VIDA E A DIVERSIDADE CULTURAL

  • Ivanaldo Santos UERN
  • Patrícia Diógenes de Melo UERN

Resumo

O objetivo do artigo é abordar a universalização do direito à vida, analisando a questão frente à diversidade cultural e legislativa entre os países. Para alcançar o objetivo, o artigo foi dividido em quatro partes, sendo elas: Sobre os direitos humanos; Dignidade da pessoa humana; O direito humano à vida e A universalização dos direitos humanos. Por fim, afirma-se que na atualidade a proteção e garantia dos direitos humanos tem sido falha e que se observam vários casos de atentados a esses direitos, principalmente no tocante ao direito à vida, pois além de falhar na proteção falha-se também na educação para a vida e na punição dos indivíduos e das estruturas sociais culpadas pela violação do direito universal à vida

Biografia do Autor

Ivanaldo Santos, UERN

Filósofo, pós-doutorado em estudos da linguagem pela USP, doutor em estudos da linguagem pela UFRN, professor do Departamento de Filosofia e do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). E-mail: ivanaldosantos@yahoo.com.br.  

Patrícia Diógenes de Melo, UERN
Bacharel em Ciências Jurídicas e Sociais pela Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), especialista em Direito Processual Civil pela UFCG e atualmente é mestranda no Programa de Pós-Graduação em Ensino (PPGE) da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN). E-mail: patricia_diogenes05@hotmail.com
Publicado
2016-12-14
Como Citar
SANTOS, Ivanaldo; MELO, Patrícia Diógenes de. A UNIVERSALIZAÇÃO DO DIREITO À VIDA E A DIVERSIDADE CULTURAL. Revista Em tempo, [S.l.], v. 15, p. 88-106, dec. 2016. ISSN 1984-7858. Disponível em: <http://revista.univem.edu.br/emtempo/article/view/1644>. Acesso em: 23 apr. 2017.
Seção
Artigos