Os direitos sociais como institutos biopolíticos e seus impactos

  • Igor Augusto Faria UNIVEM- Centro Universitário Eurípides de Marília

Resumo

O presente artigo buscará uma análise da aplicação da biopolitica, apresentada por Michel Foucault, e comparar com os direitos sociais existentes na Constituição brasileira, trazendo também, os efeitos dessa aplicabilidade como problemática principal, e como o Estado se apropria disso para manutenção do poder socioeconômico, o próprio aspecto da sociedade pós-moderna será abordado em comparação com os institutos disciplinares apresentados antes do século XX, além de trazer introdução histórica de como se pautou o desenvolvimento do biopoder e dos direitos sociais, utilizando a dedução e a racionalidade como base metodológica para o presente.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##
Aluno da graduação na área do direito
Publicado
2020-09-11
Como Citar
FARIA, Igor Augusto. Os direitos sociais como institutos biopolíticos e seus impactos. REGRAD - Revista Eletrônica de Graduação do UNIVEM - ISSN 1984-7866, [S.l.], v. 13, n. 01, p. 103-117, sep. 2020. ISSN 1984-7866. Disponível em: <https://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/3089>. Acesso em: 30 nov. 2020.