FORMAS DE INSER√?√?O PRODUTIVA DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE ALIMENTOS DA REGI√?O DE MAR√ćLIA

  • Deise Ara√ļjo Giovanini
  • Andr√©ia de Abreu

Resumo

Na atualidade, as micro e pequenas empresas s√£o um dos pilares de sustenta√ß√£o da economia brasileira. Na regi√£o de Mar√≠lia/SP h√° uma concentra√ß√£o de micro e pequenas empresas no ramo aliment√≠cio e, por isso, decidiu-se verificar se h√° rela√ß√Ķes entre elas que caracterizam um cluster ou APL (Arranjos Produtivos Locais) e quais seriam os benef√≠cios vindos desse tipo de coopera√ß√£o. Observa-se que a inser√ß√£o em arranjos cooperativos contribui para o aumento da competitividade das micro e pequenas empresas, a medida que possibilita o desenvolvimento de habilidades humanas e estruturais que seriam de dif√≠cil alcance caso essas empresas atuassem isoladamente, especialmente para a ind√ļstria de alimentos. A fim de atender o objetivo proposto, o procedimento metodol√≥gico utilizado foi o levantamento de dados secund√°rios, por meio de revis√£o de literatura e o levantamento de dados prim√°rios, por meio de uma pesquisa realizada em uma empresa aliment√≠cia do munic√≠pio. Enfim, como foi realizada pesquisa de campo em apenas uma empresa aliment√≠cia, n√£o √© poss√≠vel contextualizar, de forma generalizada, se (ou de que forma) as empresas aliment√≠cias da regi√£o de Mar√≠lia/SP t√™m se inserido em arranjos cooperativos. No entanto, pelo estudo de caso, foi poss√≠vel observar que a micro empresa obteve vantagens e melhorias internas que seriam dificilmente obtidas caso atuasse isoladamente.

Palavras-chave: Micro e Pequena Empresa. Arranjo Cooperativo. Ind√ļstria de Alimentos
Publicado
2009-03-05
Como Citar
ARA√öJO GIOVANINI, Deise; DE ABREU, Andr√©ia. FORMAS DE INSERO PRODUTIVA DAS MICRO E PEQUENAS EMPRESAS DE ALIMENTOS DA REGIO DE MAR√ćLIA. REGRAD - Revista Eletr√īnica de Gradua√ß√£o do UNIVEM - ISSN 1984-7866, [S.l.], v. 1, n. 1, mar. 2009. ISSN 1984-7866. Dispon√≠vel em: <https://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/45>. Acesso em: 08 feb. 2023.
Seção
Ciências Sociais Aplicadas