ANÁLISE DO ENCURTAMENTO DA MUSCULATURA ISQUIOTIBIAL EM ADOLESCENTES DE 14 A 18 ANOS

  • Ana Beatriz Reis Lopes Universidade Paulista
  • Nathalia Manfio Marroni

Resumo

O encurtamento dos isquiotibiais pode ser ocasionado por alterações posturais adquiridas diariamente, como a permanência na posição sentada por tempo prolongado e o sedentarismo, por tanto o objetivo é verificar a incidência de encurtamento da musculatura isquiotibiais em adolescentes entre 14 a 18 anos. Trata-se de um estudo transversal, com um total de 44 participantes. A pesquisa foi realizada na Escola Estadual Adalgisa C. de Campos na cidade de Palmital, São Paulo, no período matutino em horário escolar. Os instrumentos de pesquisa consistiram em um questionário elaborado pelos autores, goniometria e banco de wells. Estatisticamente não houve diferença entre o sexo masculino e feminino em relação aos valores do banco de Wells e goniometria do membro inferior esquerdo, porém, na goniometria do membro inferior direito houve significância estatística entre os grupos, sendo que o sexo masculino apresentou amplitude maior que o sexo feminino. Entretanto, para identificar se estas variáveis citadas acima apresentavam alguma relação com a prática de atividades físicas e altura, foi constatado, através do teste de Spearman, que não houve nenhuma correlação. Foi identificado o encurtamento na musculatura isquiotibial em ambos os sexos, através da goniometria, porém o sexo feminino apresentou maior encurtamento que o sexo masculino, enquanto que, através do banco de Wells, a flexibilidade de ambos os sexos se apresentaram dentro da classificação média.

Publicado
2023-08-04
Como Citar
LOPES, Ana Beatriz Reis; MARRONI, Nathalia Manfio. ANÁLISE DO ENCURTAMENTO DA MUSCULATURA ISQUIOTIBIAL EM ADOLESCENTES DE 14 A 18 ANOS. REGRAD - Revista Eletrônica de Graduação do UNIVEM - ISSN 1984-7866, [S.l.], v. 15, n. 1, p. 1-16, aug. 2023. ISSN 1984-7866. Disponível em: <https://revista.univem.edu.br/REGRAD/article/view/3349>. Acesso em: 28 may 2024.