A CONSTITUCIONALIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO DIREITO E DEVER FUNDAMENTAL NA CARTA POLÍTICA BRASILEIRA DE 1988

  • Taísa Villa Furlanetto Universidade de Caxias do Sul (UCS)

Resumo

RESUMO: O presente artigo aborda a trajetória da proteção ambiental na história do Brasil, desde suas origens como colônia de Portugal até os dias atuais. Analisa-se o histórico da legislação infraconstitucional e a abordagem pelo tema nas constituições nacionais do país. O auge da proteção ambiental ocorre na Constituição Federal de 1988, no artigo 225, que o consagra como um direito e dever fundamental. 

 

Palavras-chave: Constituição Federal. Meio Ambiente. Direito e Dever Fundamental.

 

ABSTRACT: This article discusses the history of environmental protection in Brazil's history, from its origins as a colony of Portugal until today. Analyzes the historical and constitutional legislation mainly approach the topic in national constitutions of the country. The pinnacle of environmental protection occurs in the 1988 Federal Constitution in Article 225 that establishes as a fundamental right and duty.

 

 

Keywords: Federal Constitution. Environment. Fundamental Right and Duty.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Mestranda em Direito Ambiental e Sociedade  pela Universidade de Caxias do Sul (UCS); Especialista em Direito Civil e Processual Civil (IDC); Advogada. E-mail: taisavfurlanetto@hotmail.com

Publicado
2014-01-04
Como Citar
FURLANETTO, Taísa Villa. A CONSTITUCIONALIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE COMO DIREITO E DEVER FUNDAMENTAL NA CARTA POLÍTICA BRASILEIRA DE 1988. Revista Em Tempo, [S.l.], v. 12, jan. 2014. ISSN 1984-7858. Disponível em: <https://revista.univem.edu.br/emtempo/article/view/356>. Acesso em: 20 oct. 2021. doi: https://doi.org/10.26729/et.v12i1.356.
Seção
Artigos Seção Geral