A EDUCAÇÃO JURÍDICA COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NO COMBATE ÀS VIOLAÇÕES DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA NA OBRA “A LISTA DE SCHINDLER”

  • Sergio Leandro Carmo Dobarro
  • Raquel Cristina Ferraroni Sanches

Resumo

O presente artigo tem por finalidade expor a necessidade de uma educação
que evolua da visão mecanicista para uma visão holística, promovendo uma
didática baseada na reflexão e discussão junto aos docentes e discentes. Para
tanto, utilizou-se a obra cinematográfica “A Lista de Schindler” como proposta
e exercício para repensar o direito, por meio de análises, indagações,
interpretações, considerações e variadas abordagens com vistas às violações
cometidas pelo nazismo, desde a intolerância a violações da dignidade
da pessoa humana. Assim, tem-se por objetivo a reflexão e discussão sobre
o passado e a contemporaneidade do tema em pauta, bem como a promoção
do raciocínio jurídico, com a ética da tolerância, o respeito à diversidade
cultural e o desenvolvimento do espírito democrático e pluralista, por meio
do qual a paz e a liberdade devem ser ativas.

Publicado
2016-03-02
Como Citar
DOBARRO, Sergio Leandro Carmo; SANCHES, Raquel Cristina Ferraroni. A EDUCAÇÃO JURÍDICA COMO FERRAMENTA DIDÁTICA NO COMBATE ÀS VIOLAÇÕES DA DIGNIDADE DA PESSOA HUMANA NA OBRA “A LISTA DE SCHINDLER”. Revista Em Tempo, [S.l.], v. 14, p. 31-60, mar. 2016. ISSN 1984-7858. Disponível em: <https://revista.univem.edu.br/emtempo/article/view/1288>. Acesso em: 14 aug. 2020.
Seção
Artigos Seção Geral